WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
adriana calcados
Geral

Guanambi: profissionais de saúde participam de palestra sobre a febre Chikungunya e o Ebola

Promovida pela Secretaria Municipal de Saúde, a palestra foi focada em profissionais da área de saúde, como: médicos, enfermeiros, odontólogos, psicólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais, técnicos de enfermagem, téc. vigilância epidemiológica, agentes comunitários de saúde, entre outros, do município de Guanambi. A capacitação aconteceu na manhã da última terça-feira, no auditório da Câmara de Vereadores. Com uma abordagem sobre a febre Chinkungunyae e o vírus Ebola.

111

Ministrada pela enfermeira Dorotéia Teixeira Reis, Coordenadora Regional de Vigilância Epidemiológica da 30ª DIRES, a palestra teve o objetivo de esclarecer dúvidas e mostrar, aos profissionais de saúde, os atributos que são distintos de cada doença. “Na palestra tivemos a oportunidade de falar também um pouco sobre a origem histórica e compartilhar fotos e dados estatísticos”, afirmou a enfermeira.

llll

Com a orientação, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, de que os municípios promovam a divulgação sobre os sintomas, o diagnóstico e o tratamento e prevenção destas doenças, por casos da febre chinkungunya em algumas cidades da Bahia. “Na palestra foi enfatizado a importância do diagnostico diferencial para Dengue e outras viroses, aproveitamos esta oportunidade de reunir vários profissionais de saúde para também esclarecer sobre o Ebola”, concluiu Manoel Paulo Fraga Rodrigues, Secretário Municipal de Saúde.

A febre chikungunya:

A CHIKUNGUNYA é uma doença causada pelo vírus do gênero ALPHAVIRUS transmitida pelo mosquito do gênero AEDES, sendo o AEDES AEGYPTI (mosquito transmissor da dengue) e o AEDES AIBOPICTUS os principais meios de transmissão da doença.

 

Embora os vírus da febre chikungunya e os da dengue tenham características distintas, os sintomas das duas doenças são semelhantes.

Na fase aguda da chikungunya, a febre é alta, aparece de repente e vem acompanhada de dor de cabeça, dor muscular, inflamações na pele, conjuntivite e dor nas articulações. Sendo, a dor forte nas articulações, o sintoma mais característico da doença, dor que chega a impedir os movimentos e pode perdurar por meses depois que a febre vai embora.

Os sintomas costumam a durar de 06 a 10 dias e segundo a Organização Panamericana de Saúde a CHIKUNGUNYA é uma doença rara em comparação com a dengue que tem contaminações mais frequentes.

Por : Saádia Prates

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar