WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Geral

Conquista receberá mutirão contra câncer de pele neste sábado, 29

Vitória da Conquista participará, neste sábado, 29, do mutirão nacional contra o câncer de pele. Essa ação é realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia há 15 anos, no último sábado do mês de novembro. O objetivo da mobilização é conscientizar a população acerca dos riscos desse tipo de câncer, que é o mais diagnosticado no Brasil.

Na Bahia, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional (BA), o mutirão acontecerá em cinco cidades: Salvador, Alagoinhas, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Ilhéus. Ainda segundo a organização, cerca de 200 profissionais estarão envolvidos, entre médicos e auxiliares.

Em Vitória da Conquista o mutirão acontecerá no Centro Educacional Thompson, localizado na rua L, número 531, no bairro Morada dos Pássaros III. Os atendimentos acontecerão das 9h às 13h.

Na capital, a iniciativa acontece Cican (Centro Estadual de Oncologia), localizado na Av. Vasco da Gama, s/n – ao lado do Hemoba, próxima ao HGE e no Hospital Aristides Maltez, que fica na Av. Dom João VI, 332, Brotas. Em Feira de Santana, o antendimento será na Secretaria Municipal de Saúde, no endereço: Av. João Durval Carneiro, s/n, Centro; Alagoinhas será no Semel (Serviço Médico Especializado) na Praça Rui Barbosa, 268, Centro. E em Ilhéus, na Clínica AMO (Assistência Multidisciplinar em Oncologia), localizada na Avenida Soares Lopes, 1266, Cidade Nova.

O objetivo, neste ano, e de atender 35 mil pacientes, com uma equipe de quatro mil médicos voluntários, distribuídos em 136 postos de atendimentos por todo o Brasil. Na Bahia, de acordo com a organização, é que a expectativa de pacientes atendidos seja de mil, número 40% maior que no ano passado.

Os pacientes considerados de risco são o foco da ação. Pessoas consideradas grupo de risco, são: pessoas com histórico de câncer de pele na família; indivíduos com pele muito clara, que costuma ficar com vermelhidão e nunca bronzeia; pessoas com cabelos ou olhos claros; que possuem pintas pelo corpo; que já sofreram queimaduras pelo sol; com sardas na face e/ou ombros; que já tiveram câncer da pele; que ficaram expostas por um longo período ao sol sem proteção; que possuem pinta que muda de cor; que tem feridas que não cicatrizam; idosos e albinos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar