WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Interesse Público

Governador decreta demissão de policial que matou jovem no Imbuí

O governador Rui Costa determinou, a bem do serviço público, a demissão do investigador da Polícia Civil Jansen Alves Nascimento pelos crimes de homicídio consumado e homicídio tentado, praticados em Salvador no dia 13 de julho de 2013. O decreto de demissão será publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado (5) e segue a orientação da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

A demissão do investigador está fundamentada no inciso IX do art. 4º da Constituição Estadual, que estabelece: “constitui infração disciplinar, punível com a pena de demissão a bem do serviço público, a prática de violência, tortura ou coação contra os cidadãos, pelos agentes estaduais ou municipais”.

O artigo 90 da Lei Estadual nº 11.370 também respalda juridicamente o decreto de demissão. De acordo com essa legislação, o crime cometido por Jansen Alves torna-o incompatível para o exercício da função policial.

O crime foi cometido na folga do agora ex-policial civil em um bar localizado no bairro do Imbuí. Jansen Alves atirou contra Leonardo Moraes de Almeida, de 33 anos, e Lucas Urpia Almeida, de 19 anos, após uma discussão no local. As vítimas foram socorridas para o Hospital Geral Roberto, mas Leonardo, que é primo da cantora Ju Moraes, não resistiu aos ferimentos.

Três dias após cometer o crime, o então policial civil, que atuava na 2ª Delegacia Territorial, no bairro da Lapinha, foi preso

Fonte: Emília Mazzei

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar