WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Interesse Público

Veja quais assuntos abordados por Guilherme durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (01)

Na manhã desta terça-feira (01), na sede do Partido dos Trabalhadores, em Vitória da Conquista, o prefeito Guilherme Menezes concedeu entrevista coletiva para tratar de diversos assuntos que dizem respeito às eleições municipais de 2016.

O gestor aproveitou a ocasião para reafirmar apoio ao pré-candidato e atual chefe de gabinete, Odir Freire, e reiterou que o nome teria sido apresentado por um grupo de lideranças.

Na ocasião, o prefeito frisou também que não pensar em deixar o Partido dos Trabalhadores.

“Não digo que seja para sempre, mas a escolha partidária é algo muito pessoal. Escolhi entrar no partido por me identificar com ele”, salientou Guilherme.

Guilherme mostrou também não ter concordado com as críticas feitas por correligionários da sigla petista, na última reunião de militantes ocorrida no último final de semana, na sede do Partido dos Trabalhadores (PT), no Bairro Recreio.

Menezes admitiu que a reunião teria sido difícil e que não se pode escolher um nome no grito, pois, tal atitude além de não contribuir, também não combina com o histórico de lutas e caminhadas do partido.

“O nome de Odir ajuda a contribuir com o debate e eu mesmo tive a ideia de ter prévias no intuito de acelerar o processo para a escolha do nome. É uma honra poder indicar uma pessoa como Odir Freire”, declarou o prefeito.

Foi tema também do encontro com a imprensa a divergência com os deputados José Raimundo Fontes e Waldenor Pereira, ambos da mesma sigla de Menezes.

Guilherme aproveitou para finalizar reconhecendo as divergências como algo natural, mas nunca ‘no campo ético’. E avaliou também a pré-candidatura do deputado Zé Raimundo a sucessão municipal.

“É inegável que é um excelente nome, um político de bastante prestígio, mesmo ele tendo destaque, acho que são importantes novas alternativas dentro do Partido dos Trabalhadores. Não fui eu que suscitei o nome de Odir Freire, a indicação foi apresentada em uma reunião na casa de uma militante, ele declinou, mas depois decidiu pela pré-candidatura e eu assinei e continuo assinando embaixo do nome de Odir”, finalizou o prefeito. (Foto: Blog do Rodrigo Ferraz) 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar