WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
facilit adriana calcados camara vitoria da conquista
Geral

Conquista vive expectativa para chegada da Tocha Olímpica na próxima sexta-feira (20)

Por Site PMVC

Na próxima sexta-feira, 20, Vitória da Conquista estará mais iluminada. Trinta dias após ter sido acesa nas ruínas da antiga Olímpia, na Grécia, a chama dos Jogos Olímpicos do Rio 2016 passará pelo município. O objeto será conduzido num percurso de aproximadamente 15 quilômetros e a chama acenderá uma pira instalada no palco do Centro Glauber Rocha – Educação e Cultura, local de encerramento da passagem da Tocha.

Símbolo sagrado desde os tempos da pré-história, o fogo para os antigos gregos representava a criação do mundo e sua renovação. A chama olímpica, por sua vez, remete aos primórdios dos Jogos, no século VIII antes de Cristo (a.C). Durante as competições, os gregos acediam chamas adicionais às que já existiam, nos templos de Zeus e de Hera. Para assegurar a pureza, a chama era acesa pelos raios de sol através de uma espécie de espelho côncavo que convergia os raios para um ponto específico – era a chamada “skaphia”.

O tempo passou, mas o simbolismo e a tradição de acender a chama em frente ao Templo de Hera permanecem na cidade de Olímpia. Mulheres caracterizadas de “sacerdotisas”, até 100 dias antes de cada edição dos Jogos Olímpicos de Verão e de Inverno, realizam o ritual. Amsterdã, em 1928, foi a primeira a ter uma pira olímpica acesa em um de seus estádios.

Já o revezamento da Tocha, que surgiu como tributo aos deuses gregos e para anúncio da data dos Jogos, foi realizado pela primeira vez em Berlim, em 1936. A chama foi acesa em Olímpia e transportada até a capital alemã. Mas, foi somente em 1948, em Londres, que a celebração recebeu do Movimento Olímpico o reconhecimento por valorizar as tradições da Grécia Antiga.

As pessoas que transportavam a Tocha, chamadas de mensageiros, proclamavam a “trégua sagrada”. Isso porque um mês antes e enquanto durassem as competições esportivas, todas as guerras em curso deveriam cessar para que atletas e espectadores pudessem participar dos Jogos com segurança.

Atualmente, após ser acesa em Olímpia, a Tocha percorre cidades da Grécia por alguns dias até chegar à capital Atenas, de onde ela é transportada até o país-sede dos Jogos Olímpicos. No país, a Tocha passa pelas mãos de milhares de carregadores em diversas cidades e pontos simbólicos, reunindo uma multidão de espectadores numa celebração de paz e união.

O destino da Tocha é o estádio da cerimônia de abertura dos Jogos, onde a chama acende a pira Olímpica e marca o início oficial do evento.

A Tocha Rio 2016 carrega a mesma chama Olímpica que foi acesa na Grécia, dando continuidade a uma história de 2.900 anos, e desembarcará no Maracanã no dia 5 de agosto de 2016.

Com informações do Rio 2006.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar