Bahia: Chapada Diamantina recebe primeiro hospital de alta complexidade

Bahia: Chapada Diamantina recebe primeiro hospital de alta complexidade
04 dezembro 17:00 2017 Imprimir
Seabra agora é referência em saúde para outros 12 municípios da região. Na tarde da última sexta-feira (1º), o governador Rui Costa inaugurou o Hospital Regional da Chapada, primeira unidade de alta complexidade da Chapada Diamantina. Foram investidos R$ 64 milhões, sendo R$ 50 milhões em obras e R$ 14 milhões em equipamentos. O hospital possui 101 leitos, sendo 10 de Terapia Intensiva (UTI).
“Me orgulho de estar fazendo o maior investimento do país, entre todos os estados, em saúde pública. A população brasileira e baiana está envelhecendo e demandando mais saúde, principalmente de média e alta complexidade. E é isso que estamos fazendo pela Bahia e aqui em Seabra”, afirmou Rui.
Mais de 223 mil pessoas vão ter acesso a atendimento de urgência e emergência 24 horas, bem como centros de bioimagem e cirúrgico, além de ambulatório. “Esse é um momento histórico no estado da Bahia, principalmente para a região da Chapada. Todas as demandas de urgência e emergência importantes vão ser abarcadas aqui, neste hospital completamente novo, até na concepção arquitetônica”, ressaltou o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas.
O perfil assistencial de hospital geral oferece aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) atendimento nas áreas pediátrica, traumato-ortopédica e psiquiátrica; consultas especializadas e cirurgias ambulatoriais; procedimentos de diagnose e terapias e demais serviços de apoio assistencial e administrativo.
Morador de Seabra, o lavrador Nilson Lima está feliz da vida: “Estamos ganhando uma obra muito importante, que vai fazer a diferença na vida da gente”. A professora Lidiane Guimarães, que é de Iraquara, trabalha em Palmeiras e mora em Seabra concorda: “Hoje é um dia muito feliz para a Chapada. Todos estavam com grande expectativa para a inauguração desse hospital”.
A equipe da unidade é formada por 349 profissionais, entre os quais 80 médicos, 34 enfermeiros e 98 técnicos de enfermagem. Com o novo equipamento, a população da região da Chapada que precisava, por exemplo, de internamento em UTI não mais terá a necessidade de se deslocar para Irecê, Feira de Santana ou até mesmo Salvador.
Funcionamento
No próximo domingo (3), o Hospital da Chapada já começa a funcionar e de uma forma muito especial. Serão realizados os procedimentos do mutirão de cirurgias eletivas nos pacientes aprovados durante as consultas feitas no decorrer da semana. O mutirão é outro ganho importante para a saúde da Bahia. Em apenas um ano de execução, a iniciativa superou a meta e já possibilitou 13 mil cirurgias.
Repórter: Renata Preza
Fotos: Manu Dias / GOVBA


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.