WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
DestaquesGeral

Conquista: Usuários do transporte coletivo reclamam dos longos períodos de espera

Com o não acordo entre a categoria dos rodoviários e a empresa Viação Vitória, foi deflagrada a greve de funcionários da empresa. Os trabalhadores alegam entre alguns motivos, o atraso no pagamento dos salários e alguns benefícios, o s quais foram prometidos a regularização em audiência realizada no Ministério Público Do Trabalho.

Diante desse impasse entre a empresa e os funcionários, o cidadão conquistense tem tido dificuldade para se deslocar para seus compromissos.

DSC_0219
Foto: Celso Rios / Expressão Bahia

“Essa situação já aconteceu em outros momentos e a empresa não tem conseguido resolver. Onde moro fiquei esperando mais de 3 horas e agora já tem 2h30 que estou esperando o ônibus para me deslocar até minha residência e ainda não chegou. Para quem trabalha e estuda realmente fica complicado, pois, chegar ao trabalho atrasado nem todos os patrões entendem a situação. O culpado não é o empregado é a própria empresa, mas, a população e os funcionários que pagam por isso, disse o estudante Edilandro Alves.

Outro passageiro que tem tido transtorno desde a deflagração da greve, foi Alan Cardoso, auxiliar de líder.

DSC_0221
Foto: Celso Rios / Expressão Bahia

“É complicado mesmo, já tem quase 30 minutos que estou aqui e às vezes perdemos muitos compromissos devido ao atraso dos ônibus. Lá onde moro não temos tantos ônibus à disposição, só uma viação que realiza o transporte no bairro. Com essa situação, somos obrigados a sair cerca de uma hora, uma hora e meia mais cedo do que o horário que temos marcado”, analisou  Alan.

Ainda segundo Alan, o tempo médio em dias normais tem sido de 15 a 25 minutos. Porém, com a diminuição da frota que circula em seu bairro, ele tem chegado a esperar até quarenta  quarenta minutos no ponto de ônibus.

Aflição compartilhada por Luciana Sousa, ambulante, e que diz ter encarado com bastante dificuldade essa diminuição de veículos por conta da greve.

DSC_0223
Foto: Celso Rios / Expressão Bahia

“Estou aqui todo dia no Terminal, vejo o povo horas e horas sofrendo. Tem pessoas que têm ido a pé ou até pegado táxi. Fora que muitos têm pouco dinheiro, e aquele pouco dinheiro que tem acabam tendo que pagar um transporte alternativo. Acho isso um absurdo para Vitória da Conquista, terceira maior cidade da Bahia, deveria ter mais opções de ônibus. Afinal, o usuário paga o serviço de transporte e ainda tem passado por tudo isso”, disse Luciana.

Ainda segundo a ambulante, a demora tem sido grande e alguns ônibus têm chegado a demorar cerca de quarenta minutos até duas horas para chegar ao Terminal da Lauro de Freitas. “É um sofrimento, temos pessoas com criança no colo, mulheres grávidas e idosos que acabam passando por essa situação”, finalizou Luciana.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar