Conquista: Homicídios em 2018 tem queda de mais de 10% em relação ao ano passado

Conquista: Homicídios em 2018 tem queda de mais de 10% em relação ao ano passado
03 outubro 16:26 2018 Imprimir
coronel ivanildo1

Coronel Ivanildo durante entrevista a Luciene Costa

Por Luciene Costa – A população de Vitória da Conquista vive todos os dias com medo pelos atos de violência que vêm ocorrendo no município. Para uma análise da situação e discussão do problema, nossa reportagem realizou entrevista com o Comandante do policiamento regional Sudoeste, Coronel Ivanildo da Silva. Destacamos os principais pontos.

“A mídia vem divulgando como se tivesse aumentado a criminalidade no município, porém nos últimos dois anos o crime mais violento que temos, que é o crime intencional contra a pessoa, chamado de homicídio, vem decaindo há dois anos, principalmente na nossa região que é compreendida por 94 municípios, uma população de dois milhões e trezentos mil pessoas aproximadamente”, iniciou o Comandante, enfatizando, a seguir, porque considera nosso município ainda tranquilo. “Vitória da Conquista, pela sua dimensão e população é uma das cidades mais tranquilas do Estado, sendo a terceira em população e com uma área territorial imensa, maior que Feira de Santana e região. Estatisticamente, os índices de violência, de crimes de homicídios e outros como de furtos e roubos, tem diminuído ao longo dos anos e apesar de termos um aumento no semestre de âmbito geral, do dia 1 de julho até o momento tivemos um decréscimo de 43% nos índices de crimes violentos contra a pessoa, que são os homicídios”.

Atuação da PM

Para explicar, o Coronel Ivanildo destaca a forma de ação e atividades desenvolvidas. “O combate à violência nós o fazemos com operações conjuntas desencadeadas por todas as unidades da área, com participação não apenas das unidades que são subordinadas ao Comando Regional como também de unidades especializadas como a CAESG, o Esquadrão Falcão e a Polícia Rodoviária Federal. Além disso, a PM desenvolve outras atividades, tais como, Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), que é feito nas escolas com crianças de 07 a 14 anos, destacando que, entre 2004 até o momento, só em Vitória da Conquista, já tivemos 38.200 alunos formados pelo PROERD, que é um programa do Governo do Estado implantado e executado pela PM. Temos ainda ações sociais realizadas por todas as unidades da região e em Vitória da Conquista, em especial a Base Comunitária de Segurança Pública, que nós atuamos diretamente com o trabalho de Polícia Comunitária e diversas outras ações sociais efetuados pela PM junto a Comunidade com atividades como karatê, judô, inglês, ballet e robótica, diversas atividades que tem tirado os jovens das drogas”.

90% dos homicídios estão relacionados ao tráfico de drogas.

O Coronel Ivanildo da Silva, ao analisar causas da violência, aponta o tráfico de drogas como uma das causas mais significativas. “Há cerca de 10 anos, para entrar no mundo do crime era preciso ter 14 anos. Hoje essa idade já baixou para 12 anos. Para ilustrar, cito um fato que ocorreu há 15 dias. Um jovem de 11 anos foi conduzido à Delegacia com mais dois companheiros por estar envolvido com drogas. Um traficante atirou na perna dos três, dando um recado para que eles saíssem da área dele. Lamentavelmente, crianças de 11 anos já estão entrando no mundo do crime e entendemos que a falha está na família, os pais não estão cuidando dos seus filhos, deixando-os à mercê do mundo e quando ocorre isso eles tendem a entrar no mundo das drogas. Os filhos já não respeitam mais os pais, os professores e nem os amigos”.

Como forma de enfrentamento do problema, o Coronel destaca uma ação modelo: “Existe um projeto, que se chama Justiça Restaurativa, que a Doutora Janine está implantando em Ipaú que brevemente traremos para cá, para que possamos tratar esses jovens de forma mais zelosa, com mais cuidado. A gente já tem feito isso através do PROERD e da Ronda Escolar. Todas nossas escolas são atendidas.”.

Números da violência

Em 2017, de 1 a 30 de Setembro, tivemos 46 homicídios; e em 2018, no mesmo período 26 homicídios. De 01 de Janeiro de 2017 a 30 de Junho de 2017, tivemos 434 homicídios em toda a região e, no mesmo período em 2018 tivemos 389 homicídios, um decréscimo de mais de 10%. Vale salientar que Feira de Santana, por exemplo, apresenta dados mais do que o dobro destas ocorrências.



Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.