WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Interesse Público

Vereadores criticam o aumento da tarifa de transporte coletivo em Vitória da Conquista

No último domingo, os conquistenses acordaram com uma notícia não muito agradável ao bolso: o reajuste da tarifa do transporte coletivo de Vitória da Conquista, que passou de R$ 3,30 para R$ 3,80. Em nota, a Prefeitura Municipal justificou que a “tarifa foi autorizada após a minuciosa análise da planilha de estudo tarifário, que detalha os custos do sistema, garantindo equilíbrio financeiro e a qualidade do serviço prestado. A equipe técnica da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana verificou que, desde o último reajuste da passagem, em janeiro de 2017, houve aumento nos custos o que causou prejuízos a empresa que opera o serviço”.

O reajuste foi o assunto principal dos vereadores durante sessão ordinária, realizada na manhã desta quarta-feira (17):

nildma
Vereadora Nildma Ribeiro

Nildma: população não pode pagar pelos erros do prefeito 

Na sessão dessa quarta, a vereadora Nildma Ribeiro (PCdoB) condenou o aumento da tarifa do transporte coletivo, que passou de R$ 3,30 para R$ 3,80. Segundo Nildma, o caos que se instalou no setor foi provocado pela atual gestão municipal. Entre as ações, a parlamentar destacou a liberação do transporte por vans sem regulamentação. “A população não pode pagar por esse erro”, cravou. Ela lembrou que cidades bem maiores que Vitória da Conquista praticam preços menores, como Salvador e Caruaru. Aqui o aumento foi de cerca de 15%, detalhou. “Quem paga são os trabalhadores e as trabalhadoras”, falou.

cicero
Vereador Cícero Custódio

Cícero dispara: “A população não pode ser penalizada por transporte coletivo em decadência”

Na sessão ordinária desta quarta-feira (17) da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), o vereador Cícero Custódio (PSL) voltou a falar sobre a situação do Parque Lagoa das Bateias e criticou o aumento da tarifa de ônibus no município.

Na última segunda-feira(15) foi decretado pela prefeitura municipal o aumento da tarifa de ônibus para R$ 3,80. Cícero critica o aumento. “Só esse ano é um aumento de 33%. 15% e agora 18%”, pontuou. “A população não pode ser penalizada por um transporte coletivo em decadência”, comentou sobre o panorama do sistema de transporte público de Conquista.

O vereador propõe que o governo executivo reavalie o decreto e passe a analisar o projeto de isenção de ISS da Viação Cidade Verde. “Temos que analisar isso. Temos, enquanto vereador, sentar e fazer nosso papel de fiscalizar do executivo”, clamou.

Vereador Fernando Jacaré
Vereador Fernando Jacaré

Jacaré diz que aumento da tarifa de ônibus foi uma surpresa para todos

O vereador Fernando Jacaré (PT) criticou o aumento da tarifa de ônibus, decretado pela prefeitura recentemente. Jacaré alerta que a CMVC e o Conselho de Transporte não foram consultados sobre o aumento. “Pegou a cidade de surpresa”, comentou. “Não podemos admitir que a população que está sofrendo tanto com o transporte pública, receba mais essa surpresa”, completou.

O parlamentar informou que as comissões da CMVC estavam analisando o projeto de isenção do ISS da Viação Cidade Verde, justamente para evitar o aumento da tarifa.  Ele pede que o governo reveja sua decisão, e volte, em conjunto com os vereadores, a analisar a proposta de isenção de impostos”. A população não tem condições de absorver esse valor. Estou convocando para que possamos juntos refletir, senta à mesa e discutir outras alternativas”, afirmou.

Valdemir
Vereador Valdemir Dias

Valdemir diz que aumento da tarifa de ônibus ocorreu de forma irregular: “Pereira está desrespeitando a Lei”

Durante a Sessão da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), na manhã desta quarta-feira, o vereador Valdemir Dias (PT), líder da Bancada de Oposição, criticou veementemente a decisão do Governo Municipal de impor mais um aumento na tarifa do transporte público, que passou a custar R$ 3,80.

Ele apontou também que o prefeito Herzem Gusmão escolheu deliberadamente um final de semana prolongado para promover o ataque ao bolso dos conquistenses. “Mais uma vez na calada. No final de semana prolongado, sem ouvir o conselho”, disse o parlamentar. “Seu Pereira está desrespeitando a Lei”, acusou o líder da Oposição.

“Cadê os estudos da planilha para justificar esse aumento?”, questionou Valdemir. “Essa casa tem que tomar uma atitude”, disse ele, destacando que os aumentos na tarifa de ônibus impostos por Herzem Gusmão foram todos acima da inflação. “A população de Vitória da Conquista precisa de respeito”, disse Dias. “O sistema está falido. Não tem regulamentação das vans, Uber não tem regulamentação nenhuma. Está uma terra de ninguém”, analisou Valdemir. “Nenhuma empresa que tenha a vida financeira saudável quer vir para Vitória da Conquista”, emendou.

De acordo com Valdemir Dias, Herzem Gusmão está querendo fazer com que a população pague pela falta de planejamento do Governo Municipal. “Para que o sistema fique de pé, quer tirar nas costas do trabalhador a ineficácia desse governo”, disse o vereador.

David Salomão
Vereador David Salomão

David Salomão rechaça aumento na tarifa de ônibus: “Oprimir a população? Aqui não!”

O vereador David Salomão (PRTB) rechaçou o aumento de R$ 0,50 da tarifa de ônibus em Vitória da Conquista, que desde domingo, 14, está custando R$ 3,80, valor acima do cobrado em Salvador, capital do estado. “Não vou ficar calado aqui dentro. O aumento foi significativo. Ainda queriam isenção se ISS”, disse David Salomão lembrando que o Executivo Municipal chegou a enviar um Projeto de Lei pedindo isenção de ISS para as empresas que exploram a concessão pública do transporte coletivo da cidade.

O parlamentar questionou o porquê de um aumento tão significativo. “Por que nas outras cidades o aumento é de R$0,05 – R$ 0,10 e aqui é de R$ 0,50?”, questionou ele. “Não ouviu ninguém, não ouviu o Conselho de Transporte. Por que pocaria criaram o Conselho de Transporte?”, emendou.

David Salomão lembrou que a Constituição Federal garante ao povo a emanação de todo poder e assegurou que não permitirá que qualquer governo oprima a população. “Oprimir a população? Aqui não!”, bradou o edil.

cori
Vereador Cori

Professor Cori diz que falta de planejamento causa aumento na passagem de ônibus

Durante a Sessão da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), na manhã desta quarta-feira (17), o vereador Professor Cori (PT) apontou que o aumento da tarifa de ônibus para R$ 3,80 é fruto da falta de planejamento do Governo Municipal na gestão do transporte público. “Havíamos apontado aqui as nossas preocupações em relação à falta de planejamento que a gente percebia na gestão do transporte público municipal”, disse o parlamentar. Professor Cori disse que planejamento evita a falência do sistema de transporte público. “Indo à falência, de um sistema que empregava mais de mil pessoas com carteira assinada, que influencia diretamente mais de mil famílias, que requer um atendimento de qualidade, de segurança, nesse ambiente não cabe amadorismo, falta de planejamento”, apontou ele lembrando que a Viação Vitória acabou indo à falência, fazendo com que a Cidade Verde assumisse o Lote 1 em regime de emergência. “Prestando a demonstração do seu compromisso com a população ao ter colocado seus ônibus para assumir o Lote 1”, analisou.

O parlamentar apontou que a queda no número de passageiros fez com que o valor da tarifa precisasse ser majorado, sendo necessário agora reduzir a tarifa para atrair os passageiros que migraram para o transporte irregular. “É uma lógica simples. Na medida que você diminui o número de passageiros, você aumenta o valor da tarifa. A solução é reduzir a tarifa. A fórmula é regular o sistema como um todo. Você não pode promover a clandestinidade. Uma vez que você promove a fuga do passageiro para o sistema irregular, você diminui a quantidade de passageiros do sistema regulado e quem paga é a população”, disse Professor Cori.

O vereador responsabilizou o Governo Municipal pelas dificuldades enfrentadas pelo sistema de transporte coletivo regulamentar. “Nós não podemos aceitar o que está acontecendo em Conquista”, disse Cori informando que acionará o Ministério Público em busca de solução para o problema. “Se tivesse um planejamento, eu provo para qualquer um, essa tarifa não passava de R$ 3,20”, concluiu ele garantindo demonstrar essa possibilidade na próxima sessão.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar