WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
adriana calcados camara vitoria da conquista
Interesse Público

Oficina prepara alunos de Mucugê para leitura dramática na Fligê

A Feira Literária de Mucugê sempre começa antes para os moradores da cidade, que se envolvem na produção do evento e nas atividades preparatórias. Nesse ano, uma Oficina de Teatro e Leitura Dramática é realizada com alunos e professores da rede pública de educação e com participação de moradores da comunidade rural da cidade. As atividades começaram neste sábado (13) e seguem até a data da Fligê.

Durante os encontros, os participantes fazem exercícios corporais e vocais, jogos dramáticos e de improvisação, análise e interpretação de textos e leituras dinâmicas. Além disso, serão repassados conteúdos sobre teorias do teatro, composição de personagens e metodologia de leitura do texto em cena.

O produto da oficina será uma das atrações do encerramento da Fligê. No domingo (18 de agosto), será realizada a leitura dramática do texto teatral “Castro Alves”, de Cleise Mendes, atriz, dramaturga e professora da Escola de Arte da UFBA. Esse texto foi encenado apenas uma vez, em Salvador, no ano de 1994, quando conquistou o Troféu Bahia Aplaude.

A atividade conecta a comunidade local com a temática da Fligê de 2019, que homenageia o poeta Castro Alves e apresenta outras vertentes do escritor, inclusive a de teatrólogo. “Essa será uma das formas de encontrar o poeta Castro Alves durante a Fligê, sua rica e complexa obra chegará, por meio do teatro, na Chapada Diamantina, alcançando a população de forma bastante singular”, destaca Ester Figueiredo, curadora da Fligê.

A oficina é coordenada pelo professor Marcos George Paraguassu e ministrada pelo professor Sérgio Farias* e acontece em duas turmas, no distrito de Guiné e no centro de Mucugê. Interessados podem se inscrever pelo e-mail  [email protected] ou entrar em contato pelo telefone (75) 9 8215 1506.

*Marcos George Paraguassu é professor de Artes e coordenador pedagógico das Escolas Reunidas Dr. Rodrigues Lima, de Mucugê, licenciado em Pedagogia com pós-graduação em Artes. 

Sérgio Farias é ator e diretor teatral, mestre em Educação e doutor em Teatro, professor de Ação Artística e Mediação Cultural através das Artes no Instituto de Humanidades, Artes e Ciências da UFBA.

Fonte: Ascom
Texto: Ailton Fernandes
Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar