WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
adriana calcados
Interesse Público

Conquista: Prefeitura realiza qualificação sobre abordagem aos usuários de crack e outras drogas para profissionais da Assistência Social

Na manhã da última quinta-feira (11), no auditório do Centro Integrado de Direitos Humanos, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, iniciou a Oficina Formativa- Qualificação sobre abordagem aos usuários de crack e outras drogas, com os profissionais que atuam na Proteção Básica e Especial do Município.

A oficina tem como facilitadora a psicóloga e gerente do Centro de Atenção Psicosocial Álcool e outras Drogas (Caps AD III), Aracely Schettine. O objetivo principal deste projeto é o de instrumentalizar os dispositivos públicos da Proteção Social do município de Vitória da Conquista, visando construir e manter práticas que favoreçam a criação de uma rede de proteção que tenha um olhar mais qualificado sobre os usuários de substâncias psicoativas.

“Nosso objetivo é que estes profissionais enxerguem o usuário como parte de uma dinâmica complexa que envolve violação de direitos, vulnerabilidades de diversas ordens historicamente herdadas e/ou construídas. Muitos deles são vistos como causa da violência, mas na verdade são sintomas de violências de diversas ordens historicamente herdadas e/ou construídas. Todos deverão atuar como parceiros ativos e executores responsáveis da Política Nacional de Saúde Mental, das Políticas de Proteção Social integrados às práticas atuais de uma Justiça menos punitiva e mais humanizada”, salientou Aracely.

Durante a abertura do evento a vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Social, Irma Lemos, falou da importância das capacitações oferecidas pela gestão municipal e da dedicação dos profissionais que atuam na assistência social do município. “Nós ficamos felizes com estes momentos, em poder promover este aprendizado e, sobretudo de ver o interesse de nossas equipes durante as capacitações. Este é mais um tema muito importante proposto pelo nosso diretor, Michael Farias, e que a nossa gestão acatou por entender a sua necessidade” destacou Irma.

O curso será divido em quatro módulos, com encontros semanais e abarcará todos os temas voltados ao atendimento destas pessoas que estão convivendo com o uso do crack e de outras drogas. “Nós atendemos todo o público que está em situação de rua e em vulnerabilidade social, este momento aqui é importante porque a questão das drogas é um dos fatores que mais levam as pessoas a estarem em situação de rua e saber como melhor o nosso atendimento diante desta situação é um diferencial em nossa atuação”, avaliou a educadora social da Equipe de Abordagem Social, Tais Pires.

Para gerente do Centro Pop Adulto, Edinália Leite, o curso é muito importante para melhoria do atendimento no Centro Pop. “O que a gente aprender aqui estaremos trabalhando diariamente em nosso serviço, ofertando um melhor atendimento aos nossos usuários”, comentou Ednália.

Fonte: Ascom/PMVC

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar