WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
adriana calcados
Expressão BahiaGeralInteresse PúblicoPrefeituras

Vitória da Conquista: Em novo decreto, Herzem Gusmão determina fechamento de comércio na cidade, saiba mais

De acordo o decreto, a necessidade da tomada das ações seja para a possibilitar o isolamento domiciliar de parte da população de Vitória da Conquista

Gabriela Couto – O prefeito municipal de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, no uso das atribuições legais lançou mais um decreto neste domingo, 22 de março a respeito da pandemia do COVID-19, que está em plena circulação no nosso país. Em novo decreto, o prefeito determinou o fechamento dos estabelecimentos comerciais da cidade. De acordo o decreto, a necessidade da tomada das ações seja para a possibilitar o isolamento domiciliar de parte da população de Vitória da Conquista.

De 23 de março até o dia 29 de março, fica determinada a suspensão do funcionamento do atendimento presencial ao público nos seguintes estabelecimentos comerciais e atividades: shopping centers, galerias e similares; lojas de comércio varejistas e atacadistas; restaurantes, bares, pubs e lanchonetes; casas noturnas, lounges, tabacarias, boates e similares; clubes associações recreativas e similares; hotéis e hospedarias, para pessoas vindas do exterior ou municípios com casos confirmados de coronavírus; teatros, casas de espetáculos e demais locais de eventos; quaisquer outros serviços privados de atendimento ao público, que não esteja citado no decreto.

Porém, fica autorizado o funcionamento do comércio em geral, varejista ou atacadista exclusivamente para atendimento de serviço de entrega, delivery, ou também mediante o agendamento prévio de atendimento, para que não gere aglomeração de pessoas, e garantindo a ausência de contato físico a distância mínima de um metro e meio do consumidor no ato da entrega.

De acordo ainda o decreto, ele não vale para: serviços de saúde, farmácias, assistência médica e hospitalar; hipermercados, supermercados, mercados, feiras livres, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos, mediante controle de acesso para não gerar aglomeração de pessoa; lojas de conveniência; lojas de venda de alimentação para animais; distribuidores de gás; lojas de venda de água mineral; padarias;  geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;  tratamento e abastecimento de água; captação e tratamento de esgoto e lixo; processamento de dados ligados a serviços essenciais; segurança privada; serviços funerários; bancos e cooperativas de crédito; postos de combustível.

O decreto pede também que esses estabelecimentos de limpeza adotem medidas de segurança e limpeza, como disponibilizar na entrada do estabelecimento e em lugares estratégicos de fácil acesso, álcool em gel aos seus clientes e funcionários e também divulgar informações acerca da COVID-19 e das medidas de prevenção.

Veja vídeo do pronunciamento do prefeito, Herzem Gusmão:

Pronunciamento de Herzem Gusmão

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar