WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
adriana calcados
Interesse Público

Vale-alimentação já foi entregue a mais de 194 mil estudantes da rede estadual de ensino

Um total de 194.516 estudantes já receberam o vale-alimentação, dados contabilizados até essa terça-feira (28), em Salvador e mais 21 cidades do interior que têm as redes Assaí e Cesta do Povo com lojas credenciadas. O benefício, no valor de R$ 55 por estudante, está sendo entregue pelo Governo do Estado e pode ser retirado durante o período de suspensão das aulas. Em municípios como Santo Estevão e Santa Bárbara, a entrega chegou a 100% dos estudantes da rede estadual. Isto significa que todos que estavam com o CPF corretamente cadastrado no sistema da Secretaria da Educação do Estado já garantiram o benefício.
O superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar da Secretaria da Educação do Estado, Manoel Vicente Calazans, explicou que é importante estudantes, mães, pais e responsáveis estarem atentos ao cadastro do CPF no sistema SIADIANTE. “Todos os estudantes da rede estadual tem o direito ao vale-alimentação, por isso, é imprescindível este cuidado. Por exemplo, nos municípios de Santo Estevão e Santa Bárbara, todos os aptos receberam o vale-alimentação, mas havendo estudantes que ainda estão com o cadastro irregular, procurem a unidade escola ou realizem a atualização acessando o link (siadiante.educacao.ba.gov.br) que terão garantido o vale-alimentação”, destacou.
A diretora Flávia da Rocha, do Colégio Estadual Professora Edite Ferreira Fonseca, em Santo Estevão, falou como foi o processo de entrega do vale aos estudantes. “Conseguimos mobilizar os estudantes por grupos no Whatsapp, solicitando o comparecimento à unidade escolar para aqueles que não tinham o cadastro do CPF. Mantemos, até o momento, a escola aberta para atender qualquer caso que apareça e mantivemos dois funcionários na Cesta do Povo orientando os estudantes que chegavam na loja e tinham algum problema e resolvemos”, contou.
A diretora Ladjane Barbosa, do Colégio Estadual Professor Carlos Valadares, em Santa Bárbara, também destacou as ações da unidade escolar para mobilizar os estudantes. “Por meio de um recurso da escola, confeccionamos máscaras e adquirimos álcool em gel, que foram distribuídos durante a mobilização dos estudantes que precisavam atualizar seus cadastros na escola. Mantivemos uma lista dos estudantes sem o cadastro do CPF com funcionários da escola no supermercado, para que fosse agilizado o processo, e conseguimos 100% dos estudantes regularizados”, disse.
O vale-estudantil é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, como feijão, arroz, macarrão, carne, frango, frutas, verduras, café e leite. A Rede Assaí funciona das 7h às 22h. A Cesta do Povo e as lojas conveniadas, na capital, abrem das 7h às 20h, e, no interior, das 8h às 20h. Por conta do decreto municipal de Salvador, os supermercados atendem, preferencialmente, aos idosos das 7h às 9h.
A Secretaria da Educação do Estado orienta que, antes de ir ao supermercado, seja confirmado se o CPF já está cadastrado. Para isto, basta ligar para a escola onde o estudante está matriculado; para o número 0800 284 0011; ou verificar pelo Sistema Siadiante no Portal da Educação. Por esses meios, também é possível saber se é para ir na Rede Assaí ou na Cesta do Povo e suas lojas credenciadas.
Para os estudantes que moram onde não há lojas dessas redes, já está sendo entregue um cartão alimentação com o mesmo valor. A orientação é para que aguardem o comunicado oficial sobre o recebimento. Ao todo, 800 mil estudantes serão  beneficiados, em todos os 417 municípios da Bahia, com o vale-alimentação e o cartão-alimentação. Estão sendo investidos R$ 44 milhões de recursos do Governo do Estado com a ação.

Máscaras de proteção
Juntamente com a entrega do vale-alimentação, o Governo do Estado também está disponibilizando máscaras de tecido para quem estiver na fila sem o uso da proteção. A iniciativa é fruto de uma parceria das secretarias estaduais do Planejamento (Seplan), Educação, de Desenvolvimento Rural (SDR) e de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação do Estado
Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar