WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
facilit adriana calcados camara vitoria da conquista
DestaquesGeral

Conquista: proprietário de concessionária fala sobre fechamento de fábricas da Ford no Brasil

Desde a última segunda-feira, 11, quando a Ford anunciou o fechamento de fábricas no Brasil, que começaram a surgir incertezas acerca de como ficarão as vendas e a assistência técnica no País. A decisão afeta as fábricas de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE). O Governador da Bahia, Rui Costa, lamentou o fechamento das unidades no País, destacando os impactos socioeconômicos consequentes do fechamento da empresa, importante geradora de empregos e renda no estado. Rui, inclusive, já entrou em contato com a Embaixada Chinesa para sondar possíveis investidores com interesse em assumir o negócio na Bahia.

Para falar sobre o assunto, o site Expressão Bahia convidou o Diretor da concessionária Ford Atlanta Veículos, de Vitória da Conquista, Nestor Coutinho Lemos. Inicialmente, ele lamentou o fechamento de unidades no Brasil, e comentou sobre justificativas da empresa acerca de tal decisão. “Eu vejo o fechamento da Ford no Brasil com muita tristeza, mas o empresário e o investidor que investe seu dinheiro espera retorno e a carga tributária em nosso País em veículos é muito alta. A Ford vem há bastante tempo tentando manter as fábricas no Brasil. Há dois anos, a Ford resolveu fechar primeiro a fábrica de caminhões e agora resolveu desativar a fábrica de Camaçari que fabrica o Ford Ka e o EcoSport, devido ao alto custo de produção”. Em nota enviada à imprensa, a Ford informou que “encerrará a produção à medida em que a pandemia de covid-19 amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e da redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”.

Nestor informou ainda que alguns carros continuarão a ser vendidos. “Nós pertencemos a um grupo sólido, muito estabilizado e nós iremos continuar com as indianas. Continuaremos atendendo a todos os nossos clientes Ford. Ela apenas deixou de fabricar carro no Brasil, mas toda a rede de distribuidora Ford continuará atendendo e vendendo os veículos picape Ranger, fabricada na Argentina; o SUV Bronco e o Mustang Mach1, que virão do México e o furgão Transit, do Uruguai”.

Em relação, à Assistência Técnica, a montadora afirmou que manterá serviços, peças de reposição e garantia para seus clientes no Brasil. “As peças não deixarão de ser fabricadas no Brasil e o Ford Ka e o EcoSport, que tem a garantia de fábrica, vão continuar com sua garantia. Acredito que não teremos perda até porque nossos carros são bastante valorizados”, completou o diretor da Atlanta Veículos.

A montadora disse que aproximadamente 5 mil empregos serão afetados com a reestruturação no Brasil e na Argentina. O Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari afirma que o fim da produção de carros da Ford vai fechar 10 mil postos de trabalho na região. Na última terça-feira, 12, O governador Rui Costa (PT) anunciou, que vai criar um banco de dados no Sinebahia, serviço de intermediação de mão de obra do estado, para que as empresas possam contratar os funcionários demitidos da Ford.

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar