Sudoeste: Demissões e adoecimento no Bradesco em Vitória da Conquista e região

Sudoeste: Demissões e adoecimento no Bradesco em Vitória da Conquista e região
07 novembro 18:01 2017 Imprimir

Por Eline Luz (SEEB/VCR)

Manifestação denuncia descaso do Bradesco com funcionário e clientes. Na manhã dessa segunda-feira (6), o Sindicato dos Bancários realizou uma mobilização, juntamente com bancárias e bancários, para alertar a população de Vitória da Conquista sobre as demissões na região. O número de desligamentos chega a 10% do quadro, o que tem resultado em longas filas para os clientes e o aumento de adoecimento na categoria.

Só nos nove primeiros meses deste ano, o banco obteve lucro líquido de R$ 14,162 bilhões e desligou 31 empregados dos seus postos de trabalho na região de Vitória da Conquista. Para manter os lucros tão altos, o Bradesco, mesmo com quadro reduzido, vem aumentando, cada vez mais, metas abusivas para os funcionários, desrespeitando a realidade das economias nos municípios onde as agências funcionam e causando adoecimento aos trabalhadores, por meio de assédio e pressão dentro e fora do local de trabalho.

Para Stefane, técnica de enfermagem e cliente do Bradesco as taxas de juros cobradas pelo banco são desproporcionais ao serviço prestado. “Pagamos caro nas tarifas e sempre que venho aqui tem muita gente para ser atendida e tem pouco funcionário, por isso acho muito importante essa manifestação. O banco precisa investir em mais contratações de mais trabalhadores para minimamente conseguir cumprir o tempo limite previsto na lei para atendimento”, ressalta.

O presidente do SEEB/VCR, Paulo Barrocas, ressalta que por ser concessão pública os bancos precisam oferecer alguma contrapartida. “Aqui na cidade o Bradesco não presta nenhuma ação social e para piorar disponibiliza um serviço de péssima qualidade para a população. Enquanto isso, os trabalhadores seguem adoecendo cada vez mais em uma instituição que ocupa o segundo lugar no ranking de recorrência de denúncias de assédio ao MPT na Bahia e ocupa o primeiro lugar em reabertura de Comunicados de Acidente de Trabalho – CATs”, pontua Paulo Barrocas, presidente do SEEB/VCR.



Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar!.

Publique seu comentário

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.