WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
adriana calcados
Expressão BahiaGeralPrefeituras

Após inauguração, Planetário começará a receber público, com restrições, saiba mais

O prefeito não participou da cerimônia de abertura, mas a vice-prefeita, Irma Lemos foi a representante do poder executivo, junto com vários secretários que estiveram no local

Por Gabriela Couto

Foi inaugurado na manhã desta segunda-feira, 21, o Planetário Everardo Públio de Castro, localizado no Centro Cultural Glauber Rocha. O prefeito não participou da cerimônia de abertura, mas a vice-prefeita, Irma Lemos foi a representante do poder executivo, junto com vários secretários que estiveram no local, além do Coronel Esmeraldino Correia, Secretário de Educação, secretaria que é a responsável pela administração do aparelho.

Além dos representantes municipais, a cerimônia contou também com a presença dos familiares dos homenageados, o filho de Everaldo Públio, Nud Castro, e o neto do professor Josemar Ferraz, Pedro Francisco de Moraes Neto, e o superintende do Banco do Brasil, Deon, que foi o responsável pelo financiamento das obras do local. O nome do Planetário foi uma homenagem proposta pela Câmara Municipal de Vereadores, e confirmada pelo prefeito Herzem Gusmão quando sancionou a Lei nº 2.161/2017.

O espaço conta com um foyer para exposições, e a cúpula principal do Planetário, da empresa Evans que foi a responsável pela instalação da cúpula dome screen que tem 13 metros de diâmetro, e oferece aos usuários a possibilidade de assistir as projeções com a tecnologia 3D sem o uso dos óculos.

Inaugurado na pandemia do Coronavírus, o Planetário estará aberto ao público a partir de quarta-feira, de acordo com a Coordenadora do espaço, Margareth Barreto. Com o decreto que autorizou a abertura de cinemas e teatro, e seguindo todas as normas de segurança, como distanciamento e higienização do local entre uma exibição e outra ele abre as portas para visitas pontuais e convites para grupos. Com capacidade para 148 pessoas, durante a pandemia ocupará grupos de até 23 pessoas. Para agendar a visita ao Planetário e participar das exibições basta ir até o local e fazer o agendamento do melhor dia e horário.

Além disso, pós-pandemia o espaço será utilizado gratuitamente pela rede municipal de ensino, nos 3 turnos, onde se projeta que as parcerias com o núcleo pedagógico do município para desenvolver atividades de educação, cultura e arte, trabalhando a interdisciplinaridade, e aulas interativas. Também é previsto que sejam feitas parceiras com contrapartidas, para utilização da rede privada, como foi informado pela coordenação.

A primeira exibição pública, feita para os presentes na inauguração, foram de 3 curtas “O que tem no céu”, doação da Uesc, “Viagem ao Centro da Via Lactea” (com a sua produção já feita no próprio equipamento” e “Ligth Teaser: o significado da luz”, além do trailer do filme que será realmente exibido durante as projeções “A história dos faráos”.

O acervo do planetário garante 2 anos de programação, e ele ainda conta com uma tecnologia de satélite da NASA, podendo fazer exibição em tempo real do céu.

HOMENAGEADOS

O nome do Planetário homenageia o professor Everardo Públio de Castro, que nasceu em Caetité e mudou-se para Vitória da Conquista em 1939. Historiador e intelectual, lecionou as disciplinas de História e Geografia no Ginásio em Conquista. Em 1961, já atuava na defesa das liberdades democráticas. Em 1963, foi nomeado diretor do Departamento Municipal de Educação em Conquista. Em 1964, quando ocupava o cargo de vereador, foi preso pelo Regime Militar e permaneceu detido por um ano e três meses, em Salvador. Em 1984, recuperou seus direitos políticos e voltou a lecionar completando 35 anos de atividade profissional. Entre 1985 e 1986 foi presidente da Câmara de Vereadores em Vitória da Conquista. Faleceu aos 84 anos no dia 28 de janeiro de 1996.

E o foyer, que será utilizado para exposições homenageia o professor Josemar Fernandes Rodrigues, nasceu no dia 07 de julho de 1930, em Vitória da Conquista. Filho do ex-prefeito do município, Arlindo Mendes Rodrigues e de Alice Santos Ferraz, era descente de João Gonçalves da Costa. Foi diplomado e laureado pela Escola de Agronomia de Viçosa, Minas Gerais, em 1952; especializou-se em Financiamento Agrícola na Universidade da Pensilvânia, Estados Unidos, em 1956. De 1981 a 1988, foi coordenador señior do Escritório do Equador e Paraguai, no Departamento de Operações do Banco Mundial, BID, e Chefe de Divisão, até sua aposentadoria em 1988. No Equador, especializou-se de camarão. Interrompeu esse trabalho devido ao falecimento de sua esposa e voltou para os Estados Unidos. Lá trabalhou como consultor. Retornou a Vitória da Conquista em 2004. Faleceu no dia 21 de outubro de 2016, com 86 anos.

Artigos relacionados

Fechar