WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
facilit adriana calcados camara vitoria da conquista
Interesse Público

Mãe confessa ter matado bebê que fraturou o fêmur; Polícia investigará também a morte do irmão gêmeo

A dona de casa Graciane Almeida Silva, 30 anos, foi presa agora há pouco, após confessar em depoimento ter fraturado o fêmur do filho de dois meses, André Félix, morto na noite dessa terça-feira, 27. Ela sustentou à polícia que matou a criança porque o bebê chorava muito.

A criança, que morava com a mãe na zona rural de Conquista,  passou no dia 12 deste mês por uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), após a fratura do fêmur.

Os médicos suspeitaram de maus tratos, mas o caso não chegou a ser investigado. A mulher é noiva do pai da criança e iria se casar em breve.

Após ter a perna imobilizada, o bebê recebeu alta e voltou pra casa com a mãe. Na noite desta terça-feira, 27, a criança retornou ao hospital, porém morta.

André tinha um irmão gêmeo, que morreu há um mês, em circunstâncias desconhecidas. Aguardem mais informações.

O QUE DIZ A POLÍCIA CIVIL

Em 27/11/18, por volta das 20h, a Delegacia de Homicídios foi informada por um funcionário da UPA de Vitória da Conquista sobre a morte de A.F.A., 03 meses de idade, o qual deu entrada já sem vida na unidade, após o SAMU ser acionado por sua genitora GRACIANE ALMEIDA SILVA (30 anos).

GRACIANE disse às equipes que fizeram os  atendimentos na UPA e no SAMU que seu filho havia passado mal e falecido em casa. A mesma versão foi apresentada aos seus familiares e, inicialmente, à Polícia Civil.

Contudo, como a DH realizou continuamente várias  diligências, desde ontem à noite, para investigar a conduta de GRACIANE enquanto mãe, apurando que esta apresentava comportamento agressivo com seus filhos , e, principalmente, diante da constatação do laudo de necropsia que apontou traumatismo crânio encefálico como a causa da morte de A.F.A.,  GRACIANE terminou confessando que desferiu um tapa no rosto do seu filho porque este estaria chorando demais.

É importante ressaltar que GRACIANE também confessou ter sido a responsável pela fratura no fêmur do mesmo filho, ocorrida no dia 12 deste mês, e que teria agido assim pelos mesmos motivos que a levaram a assassiná-lo na data de ontem.

Outro fato que merece atenção é que o irmão gêmeo da vítima faleceu no dia 06/11, sendo diagnosticada parada cardiorrespiratória como causa da morte. Diante do quanto apurado na presente data, a Polícia Civil, através desta Delegacia de Homicídios, irá representar pela exumação do seu corpo para verificar se este sofreu algum tipo de violência que não foi percebida na ocasião da sua morte. Fonte: DH/VCA.

FONTE: SUDOESTE DIGITAL

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar