WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
atuv facilit adriana calcados
Geral

Fligê homenageia Castro Alves em 2019 e acontecerá entre os dias 15 e 18 de agosto

De 15 a 18 de agosto, a Chapada Diamantina será território da leitura, dos versos, das rimas e da palavra, em suas diversas formas. Palco para a Feira Literária de Mucugê – Fligê, a cidade histórica terá o seu território poeticamente alterado, por meio das intervenções artísticas provocadas durante a programação. São quatro dias de produção e circulação de conhecimento literário por meios de experiências, saberes, vivências e encontro com o livro. Nesse ano, a homenagem a Castro Alves se apresenta em mesas de conversa, espetáculos musicais e teatrais, na sessão de abertura “Sê livre… És gigante”, inspirada pelo poema “América”, na produção de obras artísticos e de trabalhos de estudantes, na expografia, nos bate-papos literários provocados a partir de livros, textos e imagens. Aguarde a programação completa! “Homenagear Castro Alves justifica-se por encontrar em sua obra, além do apelo de sua escrita de vida breve e longa existência literária, as diásporas dos navios negreiros da atualidade e as distopias a serem reveladas para que a literatura seja ainda mais necessária para interpretar a realidade social. Com Castro Alves, a literatura é ato de amorosidade e de denúncia social”, explica a professora Ester Figueiredo, responsável pela curadoria.

A partir das letras, a Fligê envolve ouras linguagens artísticas, como o cinema, a música, as artes plásticas e o teatro, em consonância com o tema central, a atualidade e as práticas e vivências sociais, imersas ou não no mundo da leitura.

Desde a primeira edição, em 2016, o objetivo da Fligê é promover atividades relacionadas ao conhecimento, a formação, a produção e a difusão do livro e da literatura brasileira, baiana e regional, proporcionando à população e a visitantes da Chapada Diamantina uma nova experiência literária, envolvendo as escolas públicas da cidade, mobilizando professores, diretores e alunos da rede de ensino.

A programação inclui conferências, rodas de conversa, lançamento de livros, oficinas, leituras performadas, contação de estórias e oferece espaços dedicados à música (shows e concertos), ao cinema (FligêCine), ao público infantil (Fligêzinha) e visita à vila de Igatu (Fligê&Tu), entre outras atividades.

A Fligê é uma realização do Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult), em parceria com o Coletivo Lavra e com o apoio de recursos de emendas parlamentares do orçamento da União.

Fonte: Ascom

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar